Minhas Folhas de Relva

percepções do cotidiano em letras livres

O cheiro 04/10/2010

Filed under: Cotidiano,Intercâmbio — Aline Moraes @ 9:47 PM

Aqui em casa cheira a linguiça (sausage, pra ser mais exata). Cheira a torrada e a chá verde. Cheira a coisa queimada, a comida guardada. Cheira a Nutella. Cheira a sabonete líquido de mel e baunilha. Cheira a chuva. Cheira a Inglaterra. E hoje me peguei relembrando o cheiro da minha casa (a de verdade! rs)…

Tinha cheiro de poeira (afinal, Sampa é beeem mais poluída do que Londres, nem se compara). Mas também tinha cheiro de casa limpa (não que aqui seja sujo, mas também nem se compara…rs), de coisa fresca. Cheiro da minha mãe. Cheiro de pão fresquinho de manhã. Cheiro do cabelo da Pâ. Do chulé do quartinho do computador (onde eu sempre encontrava meu pai – e não, o chulé não era dele…haha). Lá, no 61 do Cantareira, tinha o meu cheiro – mas era mesmo o meu ou o da casa? Daí me pergunto: somos onde estamos? Não sei…

Só sei que, de olhos abertos, eu cheiro a sausage, torrada, chá verde, coisa queimada e guardada, Nutella, mel com baunilha. E chuva. Mas quando fecho os olhos…… eu cheiro a saudade!

* * *

Hoje de manhã me peguei cantando uma música do MJ, chamada Keep The Faith, que me lembrou por que escrevi esse post…

“And When You Think Of Trust / Does It Lead You Home / To A Place That You Only Dream Of / When You’re All Alone / And You Can Go By Feel / ‘Stead Of Circumstance / But The Power’s In Beliving / So Give Yourself A Chance

I Know That You Can / Sail Across The Water / Float Across The Sky, High / Any Road That You Take / Will Get You There / If You Only Try / So Keep The Faith”

Meio letra-de-autoajuda, eu sei…rs. Não diz nada que a gente já não tenha ouvido milhões de vezes em palestras motivacionais (pra quem frequenta esse tipo de coisa, eu não! ha ha) ou em mensagens bíblicas. Mas, às vezes, ouvir e cantarolar palavras como essas dá um ânimo a mais pra qualquer coisa na vida (e todo mundo está sempre passando por um momento difícil – por isso as videntes sempre acertam…).

Então, vamos lá, mantendo a fé (seja lá no que você acredite)!

 

One Response to “O cheiro”

  1. nil Says:

    Oi, Aline da Citação!

    Para mim São Paulo cheira mais a poluição do que tudo. Tem também o cheiro daquilo vento úmido que na primavera passa pela USP. E o cheiro das pessoas suadas no ônibus. Eca!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s