Minhas Folhas de Relva

percepções do cotidiano em letras livres

Dia branco (ou o aquecimento global resfriando) 01/12/2010

Filed under: Ciência,Cotidiano,Intercâmbio,London — Aline Moraes @ 2:49 AM

Olhaí o que acontece quando um termo não muito adequado se espalha por aí como vírus da gripe em busão lotado…

__ É o Novembro mais frio em cem anos!!!
__ E as pessoas ficam falando em aquecimento global… Deveria estar mais quente, então!

Boa pergunta, né não? Enquanto cientistas e reles mortais discutem se a Terra está esfriando ou esquentando, se vamos morrer (derretidos ou congelados) de causas naturais ou devido a maus hábitos acumulados desde a Revolução Industrial (né, Inglaterra???), eu fico com as mudanças climáticas (no plural, pra evitar partidarismos) e o empurrãozinho humano. The times they are a-changing, já dizia Bob Dylan.

Enquanto isso, em Londres, tudo que tem a ver com o Natal chega cada vez mais cedo. Inclusive a neve…  Eu queria que demorasse um pouco mais, porque ainda não comprei meu casaco de inverno, nem bota de inverno, nem galocha de inverno, nem meia de inverno, nem touca de inverno (a la Chaves), nem minha saúde de inverno. Mas foi lindo quando eu olhei pela janela de manhã, sem esperar por nada, e dei de cara com um dia branco. Os flocos caindo como raspadinha sem sabor. Fiquei paralisada mirando a cena por alguns minutos, sem saber se continuava apreciando ou se corria pra pegar a câmera. Apreciei mais um pouco e tratei de registrar o momento da janela do meu quarto.

Depois, vesti um casaco (não o de inverno, infelizmente…rs) e desci pra rua. Quase caí ao primeiro passo, culpa desse gelo escorregadio fantasiado de neve fofinha. Fotografei até as marcas desastradas deixadas no chão. Não foi cena de filme, quando o primeiro floco de neve do ano cai direto na ponta do nariz do ator principal (como aconteceu com um amigo meu aqui, sortudo!). Mas fiquei emocionada de qualquer jeito, parecia uma criança.

Caminhei pro trabalho, como sempre faço, sentindo os pequenos flocos tocarem meu rosto (bem mais legal que pingos de chuva), às vezes entrarem no meu olho (e aí já não é mais tão legal rs). Demorei um pouco mais pra chegar porque fui a passos cuidadosos. Afinal, ainda não comprei nem bota nem galocha de inverno… A meio caminho, uma amiga turca, funcionária da ONG e que trabalha comigo, me liga. “Aline, tá nevando!!!”. Ela sabia que essa seria minha primeira neve na vida e estava tão excitada quanto eu. E, quando eu cheguei, não descansou enquanto não promoveu uma rápida guerra de bolas de neve🙂 Em forma de bola, a neve não é mais tão fofinha…..hehe.

Na hora do almoço, ouço a conversa de dois senhores ingleses no pub sentados à mesa ao lado, indignados com a branquidão fora de hora. Senti uma pontinha de vontade de entrar na discussão, falar do pouco que já li e das entrevistas que fiz sobre mudanças climáticas. Mas fiquei só na escuta e observação. Primeiro que eu estava trabalhando. Segundo que bateu um receio de me meter onde não devia. E terceiro que o dia branco estava muito bonito pra eu botar defeito no clima…rs.

 

One Response to “Dia branco (ou o aquecimento global resfriando)”

  1. Maravilhosos os seus relatos de Londres. Saudade da Terra Prometida🙂. keep up with the good job and get yourself a wintry coat…dress it up girl!

    xo
    Claudio


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s