Minhas Folhas de Relva

percepções do cotidiano em letras livres

Arrebentação 02/09/2016

Filed under: Cotidiano,Divã,Vida no exterior — Aline Moraes @ 4:14 PM
Tags: , , , ,
praia da fazenda

Aprender inglês é como banhar-se na Praia da Fazenda. É tranquilo, familiar, você vai desde pequeno. Dá pé por bastante tempo. Só quando você quer mesmo ir bem mais adiante, depois de bastante avançar, já quase em Alto Mar, é que a areia deixa de tocar os pés. E muita gente acaba ficando só no raso mesmo.

sununga-ubatuba-sp-3171-f1

Já aprender Alemão é se aventurar na Praia da Sununga. Logo de cara tem onda forte, é desafiador, e você fica pensando “putz, isso não vai dar certo”. Mas você vai, toma uns puta caldos, fica com o bikini cheio de areia, se pergunta “qq eu tô fazendo aqui?!”. Daí, passada a arrebentação, você percebe que não dá pé, mas a água é mais calma, você nada, você boia, nada de novo e vai se sentindo muito forte por ter vencido o começo revolto. Olha pro horizonte e vê que tem muita água pela frente, mas medo você já não tem mais 🙂

 

 

Não pode 25/01/2014

Filed under: Comportamento,Cotidiano,Divã — Aline Moraes @ 12:34 AM
Tags: ,

Bater um pânico, às vezes, é normal. Imagem
Mas ter medo…
Aaah não, isso não pode.
Nunca

 

A menina e o espelho 10/09/2013

Filed under: Comportamento,Textos meus — Aline Moraes @ 12:56 PM
Tags: , , ,

A menina falava as palavras repetidamente diante do espelho. Falava até que perdessem o sentido. E restasse apenas a palavra. Um esqueleto apenas. O nome da rosa.

Um dia, ela tambem se olhou, fixamente, ininteruptamente. Até que ela mesma virou apenas um nome. Talvez nem isso. Estava irreconhecível. De um estalo – daqueles que só temos quando esquecemos de nós mesmos e os poros todos se abrem pro mundo -, reparou naquela figura estranha.

Prescutou-a com curiosidade – quem é você??? Observou e indagou cada detalhe da desconhecida. Trocaram ideias, pensaram sobre o mundo, sobre Deus e a alma. Estava diante de si uma grande descoberta! E, então, renasceu.

 

Sobre medos 05/09/2013

Filed under: Comportamento,Cotidiano,Divã — Aline Moraes @ 4:40 PM
Tags: , , ,

I’m not affraid of time.
I fear timming.
I’m not affraid of being alone.
I fear not being in touch with myself
and finding real peace.

But you know what???? I’m not affraid of quitting fear.
“Don’t be affraid. Ever!”

image

Watched today “Being Elmo”, the story about the character and it’s creator. A history about love and being fearless – although we might question, and get a little anxious and nervous sometimes… 😉

 

Dicionário até os 12 06/06/2013

Filed under: Comportamento,Cotidiano,Cultura,Divã — Aline Moraes @ 11:55 PM
Tags: ,

O branco é uma cor que não pinta.
Céu é de onde sai o dia.
Guerra é gente que se mata por um pedaço de terra ou de paz.
Igreja é onde a pessoa vai perdoar Deus.

Você daria essas definições às palavras “branco”, “céu”, “guerra” e “Igreja”? Não. Você certamente pensaria tanto antes de dar uma resposta que ela sairia chata e banal. Mas as crianças – por mais que eu não goste delas, em geral – têm essa capacidade linda de não racionalizar e, contudo, serem tão profundas, e captarem aquilo que não entendemos, ou que temos medo de entender. “Igreja é onde a pessoa vai perdoar Deus”, olha que definição fantástica!!!! Eu nunca pensaria nisso, nem você. Se faz sentido? Também não sei, mas que é interessante, é. Dá pra ganhar muito tempo pensando nisso… Perdoar Deus…

Essas e outras definições vieram de dez anos de trabalho de um professor colombiano, que começou a anotar as as repostas de seus alunos para as coisas mais banais, as quais, na visão dos adultos, nem precisam de definição. Mais do que ficar com vontade de ler o livro “Casa das Estrelas” – que foi relançado na última Feira do Livro de Bogotá, capital da Colômbia -, fiquei é a fim de sair por aí perguntando para um monte de criança um monte de definições. Felicidade seria minha cobaia. Quem sabe, assim, eu entenderia melhor o mundo dos adultos

Ah, a matéria da BBC sobre o livro: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130518_dicionario_criancas_colombia_aw_cc.shtml.

 

A Carta e o Vírus 09/05/2013

Filed under: Comportamento,Cotidiano,Divã — Aline Moraes @ 11:47 PM
Tags: , , , , , , , ,

* * *

Ela é endereçada a mim, a você… A nós que – mesmo a trancos e barrancos – sabemos que a tal felicidade é uma busca cheia de esperança e contentamento pelo caminho. Que “a tristeza tem fim“. E que os momentos bons é que ficam

Não vá levar tudo tão a sério…
Sentindo que dá, deixa correr.
Se souber confiar no seu critério,
Nada a temer.

Não vá levar tudo tão na boa…
Brigue para obter o melhor!
Se errar por amor, Deus abençoa.
Seja você.

No que sua crença vacilou,
A flor da dúvida se abriu…

Ah, se todo o mundo pudesse saber
Como é fácil viver fora dessa prisão
E descobrisse que a tristeza tem fim
E a felicidade pode ser simples como um aperto de mão.
[Entendeu?]

É esse o vírus que eu sugiro que você contraia.
Na procura pela cura da loucura,
Quem tiver cabeça dura vai morrer na praia…
[Viu?!]

 

Respira! Não pira… 11/04/2013

Filed under: Cotidiano,Divã — Aline Moraes @ 8:35 AM
Tags: , , ,

Respiração

Dois movimentos rápidos e involuntários que são a base da vida:

* * *

… Inspirar para alimentar a mente com novos ares.

… Expirar pra deixar tudo o que é , cinzas e más energias ir embora.

* * *

E se, nessa de tentar respirar, nada entrar, nem sair: NÃO PIRA!
* * *
O próximo segundo está (uma nova chance) e o negócio é levar o nariz pra passear 😉